Home
Persas/Exóticos
Britânicos
Campeões
Troféus
Contacto
Curiosidades
Links
Amigos
English


Os felinos do Gatil Lordship recebem assistência veterinária da CVO - Cínica Veterinária dos Olivais

 

Curiosidades:

O mamífero mais rápido em terra é a Chita. O mais rápido de todos foi um macho que atingiu os 148 Km/hora. Os gatos domésticos atingem uma velocidade de 40-50 Km/hora.

Os cães geralmente têm 42 dentes enquanto que os gatos apenas têm 30.

Os gatos adoram cheiros tais como loções ou perfumes. É por isso que se podem ver gatos a cheirar flores.

O gato mais estranho de todos nasceu na Alemanha e tinha 5 pernas, 6 patas e 30 dedos!

O gato usa a cauda para se equilibrar.

Todos os gatos domésticos detestam limões ou qualquer outro citrino.

Quando os gatos afiam as garras, eles deixam um sinal. Têm glândulas nas patas que segregam uma substância, avisando os outros gatos que eles lá estiveram. Estas glândulas existem não só nas patas, mas também na face, pescoço, ombros e cauda.

Após uma refeição, os gatos lavam-se imediatamente. Isto é um instinto que lhes diz para se limparem de modo a que os predadores não sintam o cheiro a comida e os ataquem.

Os gatos não vêm muito bem ao perto. Qualquer coisa num raio inferior a 15 cm torna-se muito desfocada.

Os gatos têm um QI que no reino animal só é ultrapassado pelo dos primatas.

A maneira como os gatos comunicam é fascinante. Eles não constróem frases para exprimir o afecto, raiva, fome, solidão, alegria e medo nas frequências naturais, inaudíveis para o homem, mas sim, em frequências mais baixas de modo a que os humanos não os possam ouvir. Alguns cientistas acreditam que os gatos aprenderam que nós não os conseguimos ouvir nas frequências naturais, e por isso adaptaram-se de modo a comunicarem connosco.

Os gatos conseguem ouvir as suas presas rodando as orelhas independentemente uma da outra.

Há mais gatos em Londres do que pessoas na Noruega.

O gato usa 32 músculos para controlar as orelhas.

Quando uma gata fêmea é trazida para uma casa onde já existe um gato macho, ele irá tentar acasalar com ela. Quando a fêmea recusa, o macho fica deprimido e recusa-se a comer até que a fêmea se vá embora da casa.

A Peste Negra na Europa ocorreu porque na altura as pessoas acreditavam que quem tivesse um gato era uma bruxa. Logo, todos os gatos foram queimados, deixando os ratos (com as suas doenças) circular livremente e multiplicar-se.

Os gatos vêm ter com as pessoas e roçam-se a elas para as marcar como seu território. Eles têm glândulas que segregam uma substância química que os distingue dos outros gatos.

Os gatos vêm bem no escuro porque os seus olhos reflectem a luz. A luz entra nos olhos e é reflectida para fora; funcionam mais ou menos como dois faróis.

Os gatinhos bebés não conseguem ir à casa de banho sozinhos. A progenitora estimula-os com a língua nos genitais logo após as refeições.

Na Disneyland existem centenas de gatos. Eles não são vistos durante o dia porque há demasiadas pessoas, mas a razão de eles lá estarem é para caçarem os ratos.

Os gatos não conseguem mover o maxilar para os lados.

A elasticidade dos ossos dos gatos é apenas 1/10 menor do que a da borracha. Se um gato cair de um 10º andar, tem 90% de hipóteses de sobreviver. Se um humano cair da mesma altura, só tem 10% de hipóteses de sobreviver.

Os gatos foram domesticados no Antigo Egipto, há mais de 4000 anos atrás.

Se o teu gato andar a comer as plantas, borrifa-as com sumo de limão. Os gatos detestam o cheiro dos citrinos.

Quando um gato abana a cauda inteira, está zangado. Quando ele abana apenas a ponta da cauda, está contente.

A maioria dos gatos vive 14 anos, mas alguns chegam até aos 18 ou 19 e outros ainda chegam aos 30.

Os gatos têm cinco dedos nas patas da frente e 4 dedos nas patas traseiras.

Os gatos não conseguem ver na escuridão completa.

Muitos marinheiros acreditam que um gato a bordo significa uma viagem tranquila.

No Antigo Egipto, matar um gato era um crime punido com a morte.

No Antigo Egipto eram feitas múmias de gatos, e eram colocados nos seus túmulos ratinhos embalsamados. Numa cidade antiga foram encontradas 300.000 múmias de gatos.

Os gatos enterram as fezes para esconderem o seu rasto dos predadores.

Os gatos dormem entre 16 e 18 horas por dia.

O gato mais velho viveu no Texas. Morreu aos 34 anos.

Um certa nota de música consegue excitar sexualmente os gatos. A mesma nota estimula os gatinhos bebés a irem à casa de banho.

Os gatos gostam de dormir com as costas encostadas a algo. Eles fazem isto para evitar que apareça alguém por detrás deles.

A maioria dos gatos sentem-se atraídos pelo mentol (pastilhas, pasta de dentes, etc...).

Estudos provaram que se um gato cair de um 7º andar, tem menos 30% de hipóteses de sobreviver do que se cair de um 12º andar. Geralmente demora uns oito andares para o gato se aperceber do que está a acontecer, para se relaxar e corrigir a sua posição.

A urina do gato brilha com luz ultravioleta.